20 de janeiro de 2012

Santa Casa de Misericórdia de José Bonifácio-SP


A Santa Casa de Misericórdia de José Bonifácio, um hospital que pela sua importância estratégica para uma micro região onde inclui outros municípios menores tem que merecer maior atenção dos governos municipais, estadual e federal.
.
A cidade de José Bonifácio-SP se localiza entre duas rodovias importantes a BR-153 e a SP-425, os acidentes acontecem e nos casos de maior complexidade as ambulâncias "voam" para a cidade mais próxima (São José do Rio Preto-SP) onde existem hospitais que atendem todos os tipos de traumas e enfermidades, mas essas ambulâncias encontram pela frente dois grandes e perigosos inimigos: O tempo e o grande tráfego de veículos que já existe entre as duas cidades.
.
Agora com a instalação do SAMU em José Bonifácio SP o transporte tem melhorado, entretanto existem casos como enfarto  que devem ser socorridos dentro de minutos. E é bem possível que vidas têm sido perdidas por causa da deficiência do hospital em equipamentos, especialistas e UTI.
.
Se houvesse um hospital na cidade com instalações adequadas para o atendimento de emergências e urgência, não haveria a necessidade da Prefeitura investir verbas vultosas numa frota de ambulâncias que são necessárias, mas não são úteis nos casos de saúde que o pacientes deve ser socorrido em minutos.
.
A saúde no Brasil existe problemas desde a burocracia que muitas vezes é injustificada por se tratar de uma área sensível como a vida humana, aos investimento fora de foco como o velho ditado: “Colocar o carro diante dos bois”, pois ao invés de investirem em equipamentos hospitalares, profissionais especializados, medicamentos de alto custo: Eles Compram ambulâncias, pois o brilho é maior.
Perdoem-me pela critica, pois alem de me preocupar com aqueles que nos são caros, também penso na minha própria vida e saúde que já anda um pouco combalida. 
.
E enquanto a Santa Casa de Misericórdia de José Bonifacio-SP não atender as necessidades da população nos casos graves e urgentes, todo ou qualquer investimento no setor de saúde no município será sempre inócuo ou apenas um paliativo.



Postar um comentário